instituto souza cruz - AGRICULTURA ALTERNATIVA OU DIFERENTE

Home

Empreendedorismo que transforma

O termo surgiu na Holanda em 1977 quando o Ministério da Agricultura e Pesca publicou importante relatório, conhecido como “Relatório Holandês”, contendo a análise de todos os modelos não convencionais de agricultura, que foram reunidos sob a denominação de agricultura alternativa. Esse termo não exprime um modelo, uma filosofia de agricultura; é apenas uma terminologia útil para reunir todos os modelos que têm idênticos propósitos e técnicas semelhantes, que não se identificam com intentos puramente econômicos, imediatistas e pouco científicos da agricultura químico-industrial.

PASCHOAL, A. Modelos sustentáveis de agricultura. Agricultura Sustentável, Porto Alegre, v.2, n.2, p. 11-16, jan./jun. 1995.


É o tipo de agricultura cujas características técnicas, econômicas, sociais, culturais de seu sistema de produção – "e mais amplamente de seu modo de vida" – correspondem a uma certa combinação da divisão do trabalho, a uma transgressão (em níveis variados) dessa divisão tal como ela funciona hoje de maneira dominante.

ALMEIDA, J. Movimentos alternativos e de contestação na agricultura. Leituras do social, disputas e aspirações. Porto Alegre, 1994. [Apresentado ao Grupo de Trabalho “Movimentos Sociais no Campo”, XVII Encontro Nacional do PIPSA]. 26p.

+ Av. República do Chile, 330, Centro - Rio de Janeiro - RJ CEP: 20031-170
Tel: 21.3849.9619 | institutosouzacruz@institutosouzacruz.org.br
Instituto Souza Cruz© 2011 - Todos os Direitos Reservados