instituto souza cruz - TROFOBIOSE, Teoria da

Home

Empreendedorismo que transforma

Chaboussou verificou que as principais fontes alimentares dos predadores e parasitas das plantas são substâncias de alta solubilidade presentes nos tecidos vegetais, como, por exemplo, açúcares solúveis, aminoácidos livres e oligoelementos. A aplicação de agrotóxicos provoca nas plantas um estado de desordem metabólica que desregula os mecanismos de proteólise (quebra de proteínas) e proteossíntese (síntese de proteínas) nos tecidos vegetais. Em conseqüência, sobram nutrientes na seiva das plantas. Como se sabe, nem todas as pragas e predadores são eliminados pelos agrotóxicos. Muitos insetos, ácaros, fungos e bactérias adquirem resistência após sucessivas aplicações e passam a sugar das plantas uma seiva “enriquecida” com substâncias nutritivas que viabiliza a rápida proliferação das pragas e doenças. Esse é o processo que Chaboussou chamou de trofobiose.

Chaboussou apud. EHLERS, E.M. O que se entende por agricultura sustentável? São Paulo: USP, 1994. 161p. [Dissertação de Mestrado].

+ Av. República do Chile, 330, Centro - Rio de Janeiro - RJ CEP: 20031-170
Tel: 21.3849.9619 | institutosouzacruz@institutosouzacruz.org.br
Instituto Souza Cruz© 2011 - Todos os Direitos Reservados