instituto souza cruz - SEM TERRA

Home

Empreendedorismo que transforma

Segurança alimentar e nutricional significar garantir a todos acesso a alimentos básicos de qualidade suficiente, de modo permanente e sem comprometer o acesso a outras necessidades essenciais, com base em práticas alimentares saudáveis. Contribuindo, assim, para uma existência digna, em um contexto de desenvolvimento integral da pessoa humana. Essa é a definição construída durante a elaboração do documento brasileiro para a Cúpula Mundial de Alimentação por representantes do governo e da sociedade civil. Representa um conceito bastante abrangente. Comporta as noções do alimentar e do nutricional, enfatizando os aspectos de acesso, qualidade e disponibilidade em termos de suficiência, continuidade e preços estáveis e compatíveis com o poder aquisitivo da população. Valoriza os hábitos alimentares adequados e coloca a segurança alimentar e nutricional como uma prerrogativa básica para a condição de cidadania. Nesta descrição fica faltando apenas incluir o aspecto da sustentabilidade ecológica, social e econômica do sistema alimentar, noção que tem sido mais desenvolvida a partir da Cúpula Mundial.


MENEZES, F. O conceito de segurança alimentar. In: ACTIONAID Brasil. As faces da pobreza no Brasil – programa de trabalho. Rio de Janeiro: ACTIONAID, 1999. 200p. Pp. 59-112.
 

+ Av. República do Chile, 330, Centro - Rio de Janeiro - RJ CEP: 20031-170
Tel: 21.3849.9619 | institutosouzacruz@institutosouzacruz.org.br
Instituto Souza Cruz© 2011 - Todos os Direitos Reservados