instituto souza cruz - AMBIENTALISMO

Home

Empreendedorismo que transforma

É um movimento sócio-histórico-cultural-político amplo, portador de uma “racionalidade alternativa”, a algumas das racionalidades construídas no decorrer da modernidade, que informam o movimento de racionalização mais profundo em que se embasa o processo civilizatório. Tal racionalidade alternativa, em vias de elaboração e aperfeiçoamento, contrapõe-se – e busca superá-los – a todos os efeitos irracionais que se manifestam com a preponderância progressiva do tipo de relação sociedade/natureza configurada com a expansão da sociedade urbano-industrial, em concomitância com o desenvolvimento do capitalismo e, de certo modo, reproduzido no socialismo. A percepção ampliada da ação (des)estruturante dos processos econômicos sobre o meio ambiente levou à moção de ideais de conservação e proteção, centrais para o embasamento do sistema ideacional em relação ao qual se constata a emergência do ambientalismo. O ambientalismo apresenta-se como portador de valores e interesses que se sobrepõem às diferenças de sexo, etnia, religião, classe ou nacionalidade, logo, distingue-se de outros movimentos sociais pelo fato de se sobrepor à necessidade de alinhamento à identidades específicas. O ambientalismo também inaugura uma nova era dos direitos. Depois das liberdades individuais dos direitos políticos e dos direitos sociais, com o ambientalismo surgem os “direitos da terceira geração”, o direito relativo à natureza, onde os sujeitos não são individuais, categorias ou grupos sociais, mas à humanidade.

BARROS, F.L. Ambientalismo, globalização e novos atores sociais. Sociedade e Estado, Brasília,
v.11, n.1, jan./jun. 1996

+ Av. República do Chile, 330, Centro - Rio de Janeiro - RJ CEP: 20031-170
Tel: 21.3849.9619 | institutosouzacruz@institutosouzacruz.org.br
Instituto Souza Cruz© 2011 - Todos os Direitos Reservados