instituto souza cruz - Novas parcerias no PEJR

Home

Empreendedorismo que transforma

10/26/2011 - Aline Maia

pejrO Cedejor, organização parceira do Instituto Souza Cruz na implementação do Programa Empreendedorismo do Jovem Rural (PEJR), consolidou em 2011 vínculos institucionais que beneficiam jovens em formação nos territórios de Caminhos do Tibagi-PR e Encostas da Serra Geral-SC.

No centro de formação de Santa Catarina, a nova parceria foi firmada com o Sistema de Cooperativas de Crédito Rural com Interação Solidária (Cresol), cuja missão institucional é, além de oferecer subsídios financeiros a agricultores, promover inclusão social e interação solidária entre os associados. A celebração do vínculo proporcionará bolsas de estudo para os jovens que participam da formação (gratuita) no PEJR.

Segundo Eliandro Giongo, secretário executivo do Cedejor, as parecerias são fundamentais, pois “cada organização pode ganhar no processo na medida em que estejam sensibilizadas para a causa da juventude rural e que busquem trabalhar juntos para o fortalecimento dessa causa”. Além disso, corroboram as diretrizes da Pedagogia da Alternância, uma vez que incentivam a integração do centro de formação com a família e com os atores sociais do território, que compõem a comunidade.

Já no Cedejor do território Caminhos do Tibagi, a parceria é com a prefeitura de Tibagi que, desde o início do programa, oferece a estrutura física utilizada para a formação, além de transporte para que os jovens do interior do município possam se deslocar até a sede nos ciclos de Alternância.

Em maio, a prefeitura, em mais uma ação de parceria, contratou jovens em formação pelo PEJR para atuarem como estagiários em suas comunidades. O jovem atua como agente de desenvolvimento antes mesmo de terminar a formação. Além de ter carga- horária reduzida e poder tocar a formação e os serviços da propriedade, o jovem recebe uma bolsa auxílio durante o ano de sua formação.

A formação plena de Agentes de Desenvolvimento Rural empreendida pelo programa tem como prerrogativa associar as oportunidades e potencialidades locais aos atores e instituições nos territórios. Sua tarefa, portanto, está relacionada ao trabalho de fazer com que os diversos atores sociais atuantes no território se articulem em termos de interesses e projetos partilhados, estimulando-os a agir coletivamente para efetivá-los.

Neste sentido, além de representar um incentivo financeiro significativo, já que nem todos os jovens dispõem de recursos que os permitam deixar suas unidades familiares para participar das sequências de alternância no centro de formação, a celebração dos acordos representa também um passo a mais na consolidação de articulações entre entidades que promovem o desenvolvimento sustentável de territórios rurais.

+ Av. República do Chile, 330, Centro - Rio de Janeiro - RJ CEP: 20031-170
Tel: 21.3849.9619 | institutosouzacruz@institutosouzacruz.org.br
Instituto Souza Cruz© 2011 - Todos os Direitos Reservados