instituto souza cruz - Diversificação na Serra Fluminense

Home

Empreendedorismo que transforma

05/06/2014 - Guilherme Mattoso

O programa Novos Rurais, do Instituto Souza Cruz, já está dando frutos em Nova Friburgo, na região serrana do Rio de Janeiro. Os 12 jovens formados da segunda turma colocaram a “mão na massa” e transformaram os seus projetos em Unidades de Referência na região do 3º Distrito, onde o programa é aplicado em parceria com o Instituto Bélgica-Nova Friburgo (Ibelga). O objetivo é que os novos empreendimentos tornem-se modelos para as comunidades onde estão inseridos e sejam replicáveis em escala maior.

+ Veja como foi a Mostra Novos Rurais.
+ Saiba mais sobre o programa.

Conheça alguns dos projetos que estão contribuindo para a diversificação da agricultura familiar em Nova Friburgo:


Agência de comunicação e café cultural
cafe
Formada em jornalismo, Thalitha Santos percebeu que não havia na região uma agência de comunicação que atendesse às demandas para a produção de convites, folhetos e cartões de visita, entre outros serviços gráficos. Além disso, faltava também um local para a divulgação do artesanato produzido na comunidade. Assim nasceu o Café Primícias, um espaço multiuso que reúne cafeteria, trabalhos manuais e editoração eletrônica. A ideia é fazer do empreendimento um ponto de lazer para os moradores e espaço para exposição e comercialização da cultura local.


Agrofloresta e produção orgânica
agrofloresta
Casado com Thalita, o técnico agrícola William Martins também participou do Novos Rurais e implementou uma atividade inovadora: uma agrofloresta. Dada a topografia montanhosa da região, o sistema tem potencial produtivo, pois reúne em um mesmo espaço culturas agrícolas e florestais. Assim, William conseguiu ampliar a sua produção e ainda conservar as encostas e morros da propriedade. Além disso, o jovem transformou o quintal da casa em uma grande horta orgânica, com temperos, frutas, legumes e verduras. Tanto a horta quanto a agrofloresta já foram certificados pela Associação de Agricultores Biológicos do Rio de Janeiro (Abio) .


Avicultura caipira
galinha
Da mesma forma, Thais Schuenck apostou na diversificação e montou um galinheiro para criação de aves de postura caipiras, escassas na região e com alta demanda para consumo. A propriedade da família produz legumes e verduras, e o projeto surgiu como mais uma fonte de renda para garantir a sustentabilidade sem depender de uma única fonte de subsistência. Thais já montou toda estrutura do galinheiro e conta com 17 aves de postura. Passando o inverno, o objetivo é aumentar a criação para 80 animais. Para a jovem, o retorno do investimento não demorará muito a chegar, dada a valorização e a procura por ovos caipiras na região.


Salão de Beleza
vip
As amigas Franciele Lima e Jeniffer Damazio uniram-se em prol de um mesmo projeto: abrir um salão de beleza no campo. Com o investimento financeiro do Novos Rurais, a dupla transformou uma sala na casa da Jeniffer no “Espaço Vip” , e oferece serviços de cabelereiro, manicure, pedicure e depilação. O empreendimento funciona nos fins de semana e conta com uma crescente clientela que encontrou no salão o primeiro negócio da região a oferecer diferentes serviços de beleza em um único lugar. A Unidade de Referência é um bom exemplo de atividade não agrícola ligada à prestação de serviços que contribui para o desenvolvimento local e garante a sustentabilidade dos territórios rurais.

 

+ Av. República do Chile, 330, Centro - Rio de Janeiro - RJ CEP: 20031-170
Tel: 21.3849.9619 | institutosouzacruz@institutosouzacruz.org.br
Instituto Souza Cruz© 2011 - Todos os Direitos Reservados