instituto souza cruz - Concretizando sonhos

Home

Empreendedorismo que transforma

30/04/2015 - Andrea Guedes

De lan house à produção de ovelhas, são muitas as oportunidades de empreendedorismo criadas pelos jovens cearenses que participam do programa Novos Rurais na região do Médio Curu. A iniciativa é viabilizada pela parceria entre o Instituto Souza Cruz e a Agência de Desenvolvimento Econômico Local (Adel), que oferece uma formação empreendedora a jovens rurais do semiárido do Estado.

Nesta segunda turma do programa, 26 estudantes participaram da primeira fase do Novos Rurais, que abrange três módulos de formação teórica em temas como empreendedorismo, novas profissões rurais, elaboração de projetos, entre outros.

Na segunda etapa, sete jovens receberam recurso para transformar os planos de negócio, elaborados no primeiro estágio, em Unidades de Referência. São empreendimentos que fomentam inovação nas comunidades rurais, estimulam a permanência da juventude no campo e constituem uma nova fonte de renda para as famílias.

Conheça alguns dos empreendimentos juvenis que estão diversificando a agricultura familiar no semiárido cearense:


Confecção de roupas
adel

A agricultora Maria Jéssica Firmiano vive com a família em Pentecoste e aprendeu a costurar ainda criança com a mãe. O retorno da irmã, que havia saído do município para estudar Moda em Fortaleza, coincidiu com a participação da jovem no programa Novos Rurais. Após analisar o mercado, as duas decidiram, juntas, implantar uma confecção de roupas na propriedade da família. Ali, atendiam as pessoas da comunidade e tinham revendedoras das peças. O negócio deu tão certo que hoje elas levaram a  confecção para a sede do município e pretendem, no futuro, abrir uma loja. “A gente faz o que gosta, produzimos os modelos e conseguimos viver disso. Esse é o nosso trabalho”, comemora Maria Jéssica.

Avicultura de corte
adel

A vida de Francisco Heitor de Souza nem sempre foi muito fácil. Ele trabalhava para outros produtores colhendo pimenta e ganhava muito pouco por isso. O pai produz coco e a mãe é aposentada como professora da escola da comunidade, em Pentecoste. Quando surgiu a possibilidade de participar da formação empreendedora da Adel e do programa Novos Rurais, sua vida mudou completamente. O jovem conseguiu realizar o sonho de ter o próprio negócio e, atualmente, produz aves para corte na propriedade. Além de ter a comercialização garantida para a o Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE), do governo federal, Heitor ainda participa de um grupo de jovens avicultores na região. No futuro, ele pretende comprar um maquinário para fazer a ração na propriedade e aumentar a produção de frango para atender melhor o mercado. “Eu agradeço muito pela formação e por ter esse recurso. Eu sempre quis ter um negócio para mim, desde criança.”

Lan House
adel
Leonilda da Silva vive com a família no centro da comunidade rural de Serrota, no município de Pentecoste. Ela trabalhou alguns anos como empregada em uma fábrica da região, mas sempre sonhou em ter o seu próprio comércio. Ao participar do programa Novos Rurais, a jovem vislumbrou a oportunidade de abrir uma lan house na sua propriedade, que tem uma ótima localização. Hoje, Leonilda oferece acesso à Internet, xerox, impressão, encadernação e serviços gráficos. O empreendimento conta ainda com uma lojinha de eletrônicos para atender a comunidade.  O negócio está indo tão bem que a jovem já conseguiu duplicar sua receita.

Manicure – unhas decoradas
adel
O espaço “LuArt unhas decoradas”,  instalado em frente à casa de Luana Raquel Soares, no município de Apuiarés,  é mais do que um salão de beleza especializado em unhas decoradas, manicure e pedicure. Ele é a realização de muito trabalho e coragem de uma jovem do interior do Ceará, que, ao participar da formação empreendedora da ADEL e do programa Novos Rurais, vislumbrou uma forma de gerar renda a partir de habilidades que tinha desde criança: a pintura e o desenho. O sucesso do negócio, instalado na comunidade rural de Vila Soares, possibilita sonhos para o futuro do empreendimento. Luana quer aumentar o espaço, disponibilizar outros serviços, contratar pessoas e, quem sabe, transferir o salão para o centro da comunidade, facilitando o acesso a novos clientes. “Eu não sabia colocar preço, não tinha noção de fluxo de caixa, fazia a unha na casa das pessoas. Hoje, eu sei administrar meu negócio e tenho meu próprio espaço para atender os clientes”.

Ovinocultura
adel
A família de Nauriely Xavier, que vive em Apuiarés, sempre criou ovinos para consumo da família e vendia alguns excedentes. A atividade, porém, era mais afetiva do que comercial, já que todos achavam doloroso se desfazer dos animais. Antes de participar da formação no programa Novos Rurais, a jovem confessa que não tinha interesse na atividade. Ela queria apenas estudar e, quem sabe, ter uma loja de roupas, realidade que, hoje, ela percebe que seria pouco provável. Com o ingresso no programa e estimulada pelo pai e pelo marido, Nauriely elaborou um projeto profissional para a criação de ovelhas. Após a instalação do empreendimento, a renda da família duplicou e ela não se arrepende de ter trocado o sonho de ter uma loja de roupas pela criação de ovinos. “A criação de ovinos melhorou a vida e a propriedade, a família toda está envolvida e estou muito satisfeita”.

---

+ Saiba mais sobre o programa Novos Rurais.
+ Imagens: Helen Janata.

+ Av. República do Chile, 330, Centro - Rio de Janeiro - RJ CEP: 20031-170
Tel: 21.3849.9619 | institutosouzacruz@institutosouzacruz.org.br
Instituto Souza Cruz© 2011 - Todos os Direitos Reservados