instituto souza cruz - A juventude rural se encontra

Home

Empreendedorismo que transforma

29/10/2015 - Guilherme Mattoso

6jorn

O Instituto Souza Cruz, através da Rede Jovem Rural, realizou entre os dias 19 e 22 de outubro a VI Jornada Nacional do Jovem Rural, no município de Nova Friburgo (RJ). O evento reuniu cerca de 300 jovens rurais de 19 estados brasileiros para discutir o tema “Cultura e Cidadania nos Territórios Rurais”. A programação, incluiu painéis, visitas técnicas, oficinas, feira de produtos regionais e apresentações culturais.

A cerimônia de abertura foi realizada no Cine Odeon, no Centro do Rio de Janeiro, e contou com a presença do Padre Firmino Martins, coordenador do Movimento de Educação Promocional do Espírito Santo (Mepes); Alan Bojanic, representante no Brasil da Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO/ONU); Allan Grabarz, gerente do Instituto Souza Cruz; José Octavio Fernandes, delegado federal do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA); e Alexandre Pimentel, superintendente da Secretaria de Estado de Cultura do Rio de Janeiro.

Após a recepção na capital fluminense, os participantes seguiram para Nova Friburgo e, no dia 20, a programação seguiu com o painel "O Rural Como Espaço de Comunicação e Cultura", com a participação Raissa Galvão, representante da Secretaria de Cidadania e Diversidade do Ministério da Cultura, e Marjorie Botelho, do Ponto de Cultura Rural Sobrado Cultural.

No mesmo dia, os jovens participaram ainda de minicursos e oficinas em temas como “Empreendedorismo e Internet”, “Cultura do Gosto” e “Comunicação Comunitária”, entre outros. Ao fim do dia, a Feira de Produtos Regionais proporcionou um espaço de intercâmbio de cultura através da venda e troca de produtos como artesanato, comidas típicas, literatura e muita música.

Experimentando Culturas Rurais
No dia 21, os participantes dividiram-se em grupos e conheceram alguns empreendimentos da região, como a Queijaria Escola Suíça, o trutário e restaurante Truta Arco-Íris, e o artesanato em cerâmica do Empório do Dengo. O segundo painel de debate trouxe a experiência na área de cultura dos jovens Ivan Campos, do Instituto Formação; Clécio Santana, do Movimento de Organização Comunitária (MOC); e Pedro Paula, do Instituto Bélgica-Nova Friburgo (Ibelga). As atividades do dia terminaram com um animado show de confraternização, que foi do forró ao rock.

Em paralelo à programação, as apresentações culturais coloriram o palco da jornada com uma amostra rica da cultura regional brasileira. Os destaques ficaram por conta da dança “Maranhados”, do Instituto Formação; do “Cortejo Cultural”, da Associação Mineira das Escolas Famílias Agrícolas (Amefa); e do “Maracatu”, do Serviço de Tecnologia Alternativa (Serta).

A VI Jornada Nacional do Jovem Rural tem produção da Baluarte Cultura e patrocínio do Governo do Rio de Janeiro, da Secretaria de Estado de Cultura, da Lei  Estadual de  Incentivo à Cultura do Rio de Janeiro e da Souza Cruz. Todo o material utilizado na cenografia do evento foi sustentável, como tintas orgânicas, madeiras de demolição e tecidos reaproveitados. A Baluarte e outras empresas fornecedoras estão ligadas ao Sistema B, cuja filosofia é gerar prosperidade durável e compartilhada.

+ Visite o site da Rede Jovem Rural e saiba mais sobre o evento .

+ Av. República do Chile, 330, Centro - Rio de Janeiro - RJ CEP: 20031-170
Tel: 21.3849.9619 | institutosouzacruz@institutosouzacruz.org.br
Instituto Souza Cruz© 2011 - Todos os Direitos Reservados