instituto souza cruz - De sonhos a Unidades de Referência

Home

Empreendedorismo que transforma

18/12/2015 - Andrea Guedes

Os jovens que participaram da primeira fase do programa Novos Rurais , em parceria com a Associação Regional das Casas Familiares Rurais do Sul do Brasil (Arcafar-Sul) , já colocaram em prática o que foi ensinado em sala de aula. Com apoio financeiro disponibilidado pelo programa, os projetos saíram do papel e transformaram-se em Unidades de Referência (URs).

Em 2015, o Novos Rurais capacitou, juntamente com a Arcafar-Sul, 198 alunos nos três estados do Sul do país. Destes, 80 projetos foram selecionados para serem transformados em URs. O objetivo é que os novos empreendimentos tornem-se modelos para as comunidades onde estão inseridos e sejam replicáveis em escala maior.

Conheça  algumas Unidades que estão contribuindo para a diversificação da agricultura familiar na região:

Produção de tomates semi-hidropônicos
leo

A principal atividade produtiva da família de Leonardo Zuchi, aluno da Casa Familiar Rural de Frederico Westphalen (RS), é o gado leiteiro. O jovem, de 18 anos, vive na propriedade, que ainda tem os avós como referência nos cuidados com a bovinocultura. Ao participar do programa Novos Rurais, ele optou pelo plantio de tomate semi-hidropônico para diversificar a produção. Leonardo contou, ainda, com o apoio da assistência técnica do estado, que o orientou acerca do processo produtivo por ser algo inovador na região. A produção ainda está no início, mas toda a família está muito satisfeita, inclusive pensando em construir outra estufa com o restante do material.

Turismo Rural - Camping
ju

Juliana Gomes, 19 anos, é aluna da Casa Familiar Rural de Frederico Westphalen (RS) e mudou-se com a família, há cinco anos, para a propriedade onde vivem atualmente. Quando chegaram no local, tudo estava descuidado e a terra era muito seca e pedregosa para o plantio. Neste cenário, a família vislumbrou a possibilidade de aproveitar o local com atividades de lazer. Inicialmente, o espaço era utilizado para a realização de rodeios. Com o passar do tempo, esta prática foi descontinuada e deu lugar a um camping. Ao ser contemplada com o recurso do programa Novos Rurais, Juliana investiu tudo em melhorias nessa área de lazer, que recebe em torno de 200 pessoas por final de semana. A intenção dela é fazer com que essa seja a sua principal fonte de renda, já que a família toda trabalha fora da propriedade.

Produção de tomates hidropônicos
era

Erasmo Dybalski, 17 anos, vive na área rural de Frederico Westphalen (RS) com a família, que é produtora de leite. Para diversificar a produção, encontrou no plantio de tomate uma nova atividade,  já que ninguém produz o fruto na região. O projeto de Erasmo é corajoso e inovador, já que ele implementou uma produção hidropônica, comprou todo o material e construiu sozinho a estufa e toda a sua estrutura interna. A intenção, ao escolher essa tecnologia, foi evitar as pragas e aumentar a produtividade. O jovem ainda pretende trabalhar com produtos biológicos para controle de pragas, a fim de tornar o alimento mais saudável. Para a comercialização dos tomates, fez contato com um mercado da cidade, que pode comprar até 1000 Kg por mês. Para atender esta demanda, Erasmo já se preparou fazendo um escalonamento da produção.

Produção de tomate
neo

Ao participar do programa novos Rurais, Neomar Braatz, 20 anos, elaborou um projeto de produção de galinhas caipira para corte e, com o restante do recurso, reformou uma estufa abandonada na propriedade para produzir tomates. O que seria uma produção secundária acabou virando o principal projeto do jovem. Os tomateiros já estão produzindo e a família está bastante animada. A colheita começou há aproximadamente um mês e já foram comercializados em torno de 400 kg de tomate na município de Paial (SC), onde vive a família. O projeto de avicultura, porém, não ficou de lado.  Atualmente, são 60 animais, trabalhando em um sistema rotativo, com 3 piquetes, para diminuir a quantidade de ração e alimentá-las com pasto e baixar o custo de produção.

Ovinocultura
kass

Kassandra da Rosa, 18 anos, morava em uma cidade do Rio Grande do Sul com os pais e, há sete anos, mudou-se com a família para o município de Paial (SC) a fim de retornar às origens do pai. Todos estão muito satisfeitos com a vida e o trabalho no campo e Kassandra optou por implementar um projeto de ovinocultura na propriedade. O pai e a jovem gostam da criação desses animais e os dois trabalham juntos nessa produção, que, futuramente, ela pretende ampliar. Kassandra iniciou o projeto com quatro matrizes, sendo que duas estavam prenhas, e já nasceram três filhotes na propriedade. O futuro é promissor, a atividade não precisa de muito tempo nem mão de obra e a família está confiante.

Oficina mecânica
hen

A instalação de uma oficina mecânica na propriedade sempre foi um sonho para Henrique Guilherme Hirt, 18 anos, que vive com a família em Arabutã (SC). Com o repasse de recurso financeiro possibilitado pelo programa Novos Rurais e a ajuda da família, o jovem construiu sua mecânica para reparar máquinas e equipamentos da propriedade e também da vizinhança. “Agora, não perdemos mais tempo.  Antigamente, precisávamos de meio dia para soldar uma peça, hoje faço isso aqui em 15 minutos. Além de otimizar o tempo, posso proporcionar isso para toda a minha comunidade e municípios próximos”, comemora Henrique, que pretende estudar e fazer cursos na área de eletrônica para oferecer também o serviço de consertos de eletrodomésticos.

+ Av. República do Chile, 330, Centro - Rio de Janeiro - RJ CEP: 20031-170
Tel: 21.3849.9619 | institutosouzacruz@institutosouzacruz.org.br
Instituto Souza Cruz© 2011 - Todos os Direitos Reservados